50 anos e agora?

50 anos e agora? Como lidar com o envelhecimento?

post não é resenha de produto e sim resenha da vida. Afinal, fazer 50 anos nos faz pensar e  muito no que fizemos e ainda queremos fazer, pois envelhecer bem é uma arte!

Pois é meninas, meio século, 50 anos… Isso mexe com a cabeça de qualquer mulher, seja aos 30, 40, 50 e por ai vai. 50 anos! E agora?

Slide1

Passei de boa pelos 30, meio ressabiada pelos 40 mas, e agora? O que será de mim aos 50? Por enquanto nada mudou, acordei com a mesma cara, as mesmas rugas, as mesmas duvidas e os mesmo sonhos.

Dá medo? Dá e muito, pois se parar pra pensar daqui 10 anos terei 60. Será que já vou poder andar de graça no ônibus? Ah não acho que é aos 65 rs.

Mas passam tantas coisas na cabeça da gente. Afinal,  daqui em diante o corpo vai ficar mais frágil, a saúde também e na verdade isso é o que mais me preocupa.

Rugas, flacidez, bigode chinês, peito coador de café, bunda pelancuda, tudo isso faz parte e uma hora vai acontecer. Mas acho que a gente pode atrasar isso tudo seja malhando, se alimentando bem, aproveitando das maravilhosas tecnologias na área da estética. Ah e lógico. O dinheiro né pra poder fazer isso tudo.

Slide4

Mas sinceramente mesmo com um pouco de medo do que vem pela frente estou feliz em completar 50, afinal vivi muita coisa boa, passei por problemas, mas eles fazem parte do nosso crescimento e aprendizado.

E com o tempo aprendemos a valorizar coisas simples. A ser mais tolerante e menos duro com as pessoas. Um dia de chuva é lindo, amo o cheiro, o barulho. Uma borboleta me faz parar para ficar admirando sua delicadeza, o olho da gente fica mais ligado em tudo, mesmo enxergando menos, a gente enxerga mais.

Slide3

50 anos e agora?

Pessoas queridas se foram, outras entraram na minha vida. Tudo é um ciclo. Com começo, meio e fim. Não podemos parar nunca, e nem deixar de ter uma mente jovem, pois isso nos mantém jovem para sempre.

Mesmo que o corpo não acompanhe, mas a mente é o que nos move, nos faz querer viver. Eu mesma acho que tenho cabeça de moleca, criançona mesmo, meioteimosa, pirracenta, brincalhona e palhaça. Mas quando precisa sou madura e séria.

O mais importante para envelhecer bem? Ter sonhos, ter metas seja ela qual for. Tenha um objetivo na vida a alcançar mesmo que seja coisa boba, isso nos mantém vivos!
Rugas? Fazem parte. Mas ó, para com isso que elas são lindas que contam nossa trajetória de vida. SQN.

Minhas histórias levo na memória, nas atitudes e não quero as rugas como livro da minha vida. Aliás, quero elas bem longe do meu rostinho.

50 anos e agora?

É… Tá na hora do levanta, estica e puxa. Acho digno e válido se cuidar. Tratamentos que não faltam para retardar o nosso envelhecimento físico. Mas nada de exageros porque o negócio pode ficar pior do que estava.

Bom, que venham os 60, 70, 80 e quem sabe 100… Mas que venha com saúde e muita dignidade!

50 anos e agora? Fiz um vídeo falando mais sobre isso…

Beijocas e obrigado a todas que lembraram do meu aniversario!

Comentários do Facebook

Sobre o autor

Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.