Cabelos

Dicas da leitora. Transição Capilar: Como sai da ditadura do cabelo liso para a liberdade do cacheado por Paloma Oliveira.

Nem todo assunto eu posso falar, afinal, só falo daquilo que uso ou que faz parte do meu dia a dia. E cabelos cacheados, infelizmente não faz parte do meu mundo. Tenho cabelo liso, lambido desmilinguido e jamais poderia dar dicas de produtos se eu não uso eles né?

Mas para isso tenho minhas amigas leitoras, e entre elas tem muita cacheada assumida. A transição da Paloma é tão bacana que resolvi convidá-la pra contar tudo para vocês.

Slide1

 

Paloma, agora é com você!

Bem posso dizer que esse ano foi marcante para mim, pois eu resolvi abandonar o cabelo liso e assumir meu cacheado. E como toda mulher o assunto cabelo é algo que mexe demais com a autoestima. Por isso resolvi compartilhar com vocês como foi passar por essa Transição Capilar.

Como muitas, eu também sempre gostei de seguir tudo que eu via na mídia, até que certa época “estava na moda” cabelo liso, ou seja, se você não tinha cabelo liso parecia que não era aceita na sociedade, e acabei alisando o meu.

Desde criança sempre tive um cabelo com muito volume, mas era só ondulado, conforme eu fui entrando na adolescente só deixava preso, cortei curto Chanel, quando ia sair lotava de creme e fazia escova e chapinha só na franja, ou seja, ficava uma meleca de creme com uma franja lambida, mas o importante era estar intacto kkkkk.

Foi nessa época que eu resolvi alisar, afinal eu não aguentava mais sair e ter que ficar procurando um espelho pra saber se meu cabelo estava de boa sem nenhum fio fora do lugar. Sim, porque bonito num era mesmo, eu vivia com ele molhado! E foi nessa hora que resolvi, vou fazer a tal progressiva.

Slide2

Na primeira vez ficou lindo, meu cabelo era preto e eu fiz um corte de bico, nossa parecia modelo, mas não imaginava o trabalho que daria para mantê-lo liso. Na segunda vez já não ficou tão bonito, conforme a raiz ia crescendo tinha que ficar secando e passando a chapinha pra disfarçar, ir à piscina nem pensar. Eu odiava toda vez que saia de casa, ter todo aquele ritual de escovar o cabelo, passar chapinha, era muito cansativo. Resolvi parar com a EP.

Tentei de tudo para reduzir pelo menos o volume, com processos menos agressivos e sem formol. Essa saga durou 7 anos, até que em Novembro de 2013 dei um basta nisso e resolvi ficar loira. Mas como o cabelo tinha outras químicas, o resultado foi cabelo ressecado tipo palha de milho. Mas mesmo assim usava escova para alisar o cabelo.

Foi por causa de uma amiga loira cacheada,  que tem um cabelo lindo,  que me veio a vontade de assumir meus cachos. Comecei me jogando nas hidratações caseiras, peguei muitas dicas do Grupo Clube das Loiras. Agora minha busca era ter meus cachos de volta.

Não foi fácil. No começo os tratamentos não davam muito resultados, mas não desisti e criei um Cronograma Capilar que suprisse as necessidades do meu cabelo.

Slide3

Desde julho de 2014 uso meu cabelo natural e faço a técnica Fitagem que ajuda reduzir o volume e definir, e na franja faço Dedoliss, isso funciona até hoje. Eliminei uma parte do liso da EP cortando um pouco. Mas ainda dá trabalho ajeitar pois nas pontas ainda está liso.

Tratamentos que faço:

Fitagem: nada mais é que aplicar o leave in mecha por mechas no cabelo úmido. Comece pela nuca, separe mechas finas, passa o produto e torce a mecha, no final amasse o cabelo no sentindo das pontas para cima. Vai fazer isso em todo cabelo. Depois seque com difusor com velocidade baixa e temperatura alta. Seque 80% e pronto cabelos com cachos definidos.

Eu uso Creme de pentear e não uso difusor pois não tenho, mas mesmo assim o resultado  é perfeito.

Achei esse vídeo do site Lunablu ensinando a fitagem.

Dedoliss: você vai separar o cabelo mechinha por mechinha passar um creme, e enrolá-lo no dedo como se realmente fosse um Babyliss, fazendo cachinhos fininhos. É mais trabalhoso que a Fitagem.

Low Poo, essa técnica tem feito a diferença no meu cabelo, que nada mais é que usar menos quantidade de shampoo e sem sulfato.

Produtos que uso:

Nutrição: Pantene Fusão da Natureza
Hidratação: Proseries Wella
Reconstrução: Elseve reparação Total
Shampoo: Johnson & Johnson Cheirinho Prolongado
Condicionador: Pantene
Cremes de pentear: Sou Natura, Elseve Colágeno, Proseries da Wella, Pantene, Seda Anti nós e Milagre da Lola.

Detalhe: a maioria dos produtos que uso também não contém Petrolatos, parafina liquida e nem óleo mineral.

Extras: açúcar, maisena, Bepantol, azeite, vinagre de maçã e queratina. Uso para potencializar os tratamentos.

Dica: teste vários produtos até achar os que funcionam melhor no seu cabelo, pois o que é bom para o meu, pode não funcionar no seu.

E para disfarçar a raiz do cabelo e as pontas que ainda não formam cachos fazer penteados com tranças ajuda e muito nessa fase. Principalmente de manhã quando o cabelo amanhecia meio bagunçado.

Paloma

 

Cabelo ficando ok, mas e minha cabeça, como isso mexeu com minha autoestima?

Esse desejo de mudar tem que vir de você, sabe quando vem de dentro aquela vontade louca de mudança? Pois é, mas mesmo assim é desafiador encarar a ditadura da “moda”. Muita gente ao invés de te dar força, faz comentários maldosos, questionam o porquê da mudança. Pior é quando vem aquela “amiga” que diz: ah estava mais bonita de cabelo liso. Fala sério, é pracaba com a autoestima da gente né?

Mas, nem todos são assim, meu namorado sempre me apoiou, aliás, ama meu cabelo natural. E como agora me sinto segura com meu cabelo, também me sinto mais poderosa e bonita. E quando a gente se gosta, todos te olham mais, e isso tem causado cenas de ciúmes com meu amor. Sabe quando parece que o seu eu verdadeiro estava escondido por trás daquele cabelo liso? Pois é, aflorou outra Paloma quando assumi meus cachos, bem mais segura e decidida.

E hoje mesmo que volte a moda do cabelo liso, eu não troco meus cachos por nada. Essa sou eu, cacheada, e tem muito amor envolvido nisso.

E meu recado é: seja quem você é, assuma o que você gosta não se torne escrava da ditadura da moda só para agradar os outros. Você em primeiro lugar. Se goste e se ama do jeito que você é. Não dê ouvidos as criticas que te derrubam, e dai? Deixa falar. Não precisa da opinião alheia para ser aceita, quem te ama te aceita como você é. Até podem achar que você tá sem grana pra cuidar dos cabelos, fazer uma EP, ah vá, sou mais eu com meus cachos que me dão a liberdade de ser quem eu sou.

Slide4

Hoje quando resolvo dar uma escovada nele me sinto estranha, parece que falta alguma coisa.

Dá trabalho essa mudança?  Dá  muito, tem que dedicar um tempo pro seu cabelo, mas no final vem a recompensa de uma cabelo bem mais saudável, natural e bonito!

É isso ai meninas, minha saga em busca dos meus cachos de volta! Beijos

Meninas, agora sou eu a Marcia. Só queria completar o post da Paloma. Resolvi mostrar a Transição dela tanto de cabelo como de estilo de vida pois a gente precisa aprender a fazer o  que nos traz felicidade. Usem o que te faz se sentir bem, o que te faz se sentir bonita. Tá fora da Tendência?  E dai?  A  sua moda é você quem faz.

Não fiquem presas ao que a mídia impõe, seja você mesma sempre, afinal, somos  únicas e exclusivas, ninguém é igual a ninguém. Vai ser feliz do jeito que quiser, e mande beijinho no ombro pra quem falar alguma coisa do contra.

Beijocas!

Comentários do Facebook

Instagram