Cabelos Cabelos loiros Dica da leitora Hidratação

Dica da leitora. Transição Capilar parte 2.

Oi mulherada! Olha eu aqui de novo Paloma Oliveira falando dos cachos!
Primeiramente estou imensamente feliz em ser convidada para participar do Blog mais uma vez e por ver tantas meninas usando o cabelo ao natural. Por isso acredito que posso contribuir muito para essa nova fase de suas vidas, afinal já fez quase um ano desde que assumi o cacheado, e com isso aprendi ótimas dicas que gostaria de compartilhar, então vamos lá…

Trajetória da minha transição capilar!

Quem leu a minha primeira Resenha na TAG “Dicas da Leitora” – Transição Capilar: Como sai da ditadura do Liso para a liberdade do Cacheado, vai se lembrar de algumas coisas que eu contei e vou fazer um resumo para quem não viu.

Em novembro de 2013 parei com qualquer procedimento de alisamento, porém continuei mantendo meu cabelo no secador e chapinha, até porque eu nunca soube cuidar do meu cabelo natural kkk até que no final de julho 2014 na época da Copa do Brasil além de uma amiga algo que eu lembro que me impulsionou foi uma foto que eu postei no Facebook com a seguinte frase: Diga não à Chapinha…e solte o David Luiz que há dentro de você!

Slide6

Fiquei feliz com a repercussão dessa foto e vi muitas pessoas me aceitavam como eu realmente era. Então resolvi parar com tudo. Mas meu cabelo estava muito danificado, pois além das progressivas eu fiquei loira. Comecei a cuidar dele, parar com químicas e depois de tanto tempo redescobri meu cabelo natural.

Tava decidido! Comecei a buscar por métodos e procedimentos para passar pela Transição Capilar. Fim da ditadura do cabelo liso!

Em julho de 2015 completa 1 ano que assumi meus cachos. Muita coisa mudou mesmo, eu até criei um grupo na minha cidade, voltado pro cabelo natural para trocar experiências. Continuei pesquisando muito sobre cabelo crespo / cacheado e hoje vou passar um pouco do que aprendi e que fez toda diferença nesse meu processo.

Técnicas e Tratamentos:

Low poo (usar shampoo sem sulfato e produtos sem proibidos à técnica), Mas eu não fico neurótica juro que não sai jogando os produtos que eu tinha fora que continha parafina, petrolatos, apenas fui adaptando, até hoje uso alguns sem problemas, se eu sinto que meu cabelo está pesado ou não está reagindo a nenhum tratamento faço limpeza profunda com anti resíduos caseiro que nada mais é do que água com bicarbonato.

Cronograma Capilar meio louco rs na verdade vou fazendo conforme sinto o que meu cabelo está precisando, mas confesso que ele ama uma Nutrição. Eu só mantenho um tratamento intensivo nos primeiros dias do pós-mechas, e conforme o cabelo vai recuperando eu diminuo para apenas dois procedimento semanais. Isso inclui a matização para evitar que o loiro amarele.

Paloma

Detalhe: após lavar seco meu cabelo com tecido de algodão, qualquer pano mesmo, mas nunca essas tolhas de corpo convencionais só se for de microfibra. Por quê? Isso ajuda diminuir o frizz e não quebrar os fios, e tanto na lavagem como na secagem já vou ativando os cachos, fazendo movimentos com as mãos como se já estivesse amassando cabelo. Lavo na agua morna ou fria e só penteio meu cabelo quando está molhado.

Produtos:

Continuo usando os mesmos que citei na outra resenha, mas testei outros que gostei.
Para o Cronograma uso a Máscara Pantene nutritiva ou a Tresseme selagem capilar, crespo original mas devido a Tresseme ter parafina liquida e recentemente usei o condicionador dessa marca e deu queda no meu cabelo, continuo preferindo a Pantene ou o Dream Cream da Lolla.

Hidratação e minha queridinha é a Head e Shoulders que além de ser super barata dá uma sensação refrescante e é ótima para batizar.

Reconstrução eu costumo fazer ou ácida ou com queratina líquida, acredito que surte mais efeito do que misturar em máscaras. Na minha lista de compras está a OX Plants que a Marcia me indicou tem post aqui.

Slide3

Faço Umectação a cada 15 dias, mas isso depende do estado de ressecamento e da necessidade do cabelo. Sempre com óleos vegetais ok meninas? Nunca usem óleo mineral. Post sobre umectação aqui.

Na matização eu uso o Gloss 3D Platinum (que por sinal está acabando) tenho o shampoo e o condicionador da Flores e Vegetais Blond Matizante,  e já usei a máscara também da marca. E, por fim, a Violeta Genciana que não pode faltar né?. Dicas de como usar a VG aqui.

E os Tratamentos caseiros que não podem faltar eu uso a Maizena, açúcar, azeite extra virgem, gelatina incolor, vinagre de maçã, esses são meus aliados dos cachos bonitos.

Finalização:
Uso cremes para o tipo 3 A, sim tem uma tabela que classifica qual seu tipo de cabelo, porque o que dá certo no meu cabelo pode não dar no seu e vice versa e isso acontece com qualquer produto. Gasto em torno de um pote de 250/300ml ao mês, meu cacho é mais aberto então cremes e finalizadores mais consistentes seguram por mais tempo.

TABELA

tipos-de-cabelo

O preferido do topo da lista – Elseve Hidramax Colágeno, mas intercalo com outros também como: Proseries da wella, gosto de misturar o Pantene Cachos com Seda Anti Nós, Sou da Natura, e tem um gel muito bom que é finalizador Relaxante Natural da Capicilin que pode ser misturado com creme fica super potente.

Recentemente descobri queridinho das cacheadas mas que infelizmente tem parafina o Seda Keraforce Química, define bastante mas uso só de vez em quando para não blindar meu fio devido a parafina.

Slide2

Corte e técnicas.
Eu mesma corto meu cabelo. Gosto de camadas pois assim o volume fica mais controlado, e acredito ser ideal para todos tipos de cachos.

Em algumas partes do cabelo aplico creme de pentear e faço “fitagem” e em cima onde é mais curto tipo uma franja longa faço “dedoliss” isso faz toda diferença na definição dos cachos.

Deixo secar por completo sem tocar, quando está totalmente seco passo uma gotinha de Óleo Elseve na mão espalho e começo amassar todo o cabelo e soltar/separar os cachos maiores, jogo o cabelo de um lado pro outro isso garante mais volume que eu adoro, assim não fica aquela coisa lambida e nem lotada de creme com aspecto molhado, fica com cara de cabelo saudável.

Slide4

Day After (dia seguinte)
No começo da transição meu cabelo só ficava legal no dia em que eu lavava e finalizava, no dia seguinte eu fazia coque ou trança, mas agora que está praticamente todo natural eu utilizo um truque que chama coque de abacaxi e transpasso um lenço em volta, dessa forma quando soltar ele não vai estar com frizz e os cachos não desmancham.

Usar cremes, manter ele sempre hidratado é garantia de cachos bonitos mesmo nos dias em que não lavo. Já em dias úmidos com chuva ele fica meio estranho. Se necessário diluo um pouco de creme com água e aplico no cabelo.

Em cabelos curtos é legal usar fronha de cetim no travesseiro e dormir com aquelas toucas de pano de cozinha que ajuda muito.

Se o dia seguinte seu cabelo não ficar legal é só disfarçar com penteados ou acessórios como faixas e turbantes, eu adoro, além de super estiloso,mas evite acessórios de prender que seja metal a não ser grampos!

Slide5

Portanto é isso meninas, pode parecer trabalhoso, mas pense nas horas que você passava no salão para alisar seu cabelo! E outra, formol em longo prazo acaba com o fio, deixa ele fino e blindado. Quando cresce fica estranho a raiz enrolada e o resto liso.

Vale a pena alisar mesmo? Não vale mais ter cabelos saudáveis e com belos cachos? Fora a liberdade de ter um cabelo natural, te dá mais opções de mudar ele até de dar uma esticadinha com chapinha se der vontade de sair com ele liso.

Se você resolveu deixar seu cabelo natural, aceite o volume, frizz pois tudo isso faz parte. Eu ainda tenho um pouquinho de pontas lisas mas consigo disfarçar com fitagem.

Mas tanto faz cacheado ou liso, faça o que te faz feliz. Não ligue para que os outros falam porque sempre vai ter alguma mal amada que vai te criticar. E me diga. Tem coisa mais sexi do que uma loira cacheada?

Dica da leitora por Paloma Oliveira!

Instagram